Planejamento tributário: como fazer para sua empresa

Planejamento tributário: como fazer para sua empresa

O segredo para se fazer um bom planejamento tributário e reduzir de forma significativa os gastos com impostos, é escolher a forma de tributação que mais se adequa ao seu empreendimento. No Brasil existem três: Simples Nacional, Lucro Real e Lucro Presumido.

Para decidir qual deles é o mais vantajoso para a sua empresa, é preciso entender profundamente a legislação brasileira e conhecer todas as obrigações legais exigidas pelos órgãos fiscalizadores do governo. Como o processo é muito técnico e burocrático, é importante que você conte com a ajuda de um advogado especializado no assunto. Ele é o profissional mais adequado para fazer o seu planejamento tributário de forma eficiente.

Vantagens do planejamento tributário

Fazer um planejamento tributário bem estruturado reduz drasticamente os gastos com impostos, evita que a empresa pague tributos indevidos ou seja penalizada por ter deixado de pagá-los, além de garantir que o negócio esteja trabalhando em conformidade com a lei.

Como você gastará menos com impostos, poderá utilizar o dinheiro poupado para investir no crescimento do empreendimento e se destacar entre os concorrentes.

Afinal, como fazer um planejamento tributário?

Antes de ensinarmos como se faz um planejamento tributário, é importante destacar que a escolha do regime tributário deve ser feita no início do ano e só poderá ser alterada depois de 12 meses. Portanto, se a decisão for equivocada, a empresa pode ter grandes prejuízos durante todo o ano. Então atente-se, analise informações pertinentes a respeito do negócio e faça uma escolha assertiva, aquela que trará segurança financeira.

Para decidir qual regime tributário é o melhor para a sua empresa, é necessário levantar algumas informações; tenha em mãos dados como: faturamento anual do negócio, custo da folha de pagamento, número de colaboradores, lucros, crescimento anual, projeções para o futuro, despesas, dentre outras informações.

Com base nos dados coletados, é o momento de analisar as vantagens e desvantagens de cada regime tributário e escolher o que mais se adequa à sua empresa. Lembrando que os impostos incidentes sobre cada regime tributário são diferentes e, nesse momento, ter um profissional que conhece a fundo a legislação brasileira auxilia na apuração de cada um dos tributos.

Vale ressaltar que a escolha do regime tributário pode definir se o negócio será um sucesso. Se precisar de ajuda, nossos advogados estão à disposição para ajudá-lo(a). Entre em contato conosco e invista no crescimento do seu negócio! Afinal, esse é o sonho de todo empresário, não é mesmo?